Geografia Poesia Fé: Descubra o Mistério da Água no plano Cósmico de Deus. Em: "A Dança da Vida: as Águas, o Criador e Nós"!

Descubra o Mistério da Água no plano Cósmico de Deus. Em: "A Dança da Vida: as Águas, o Criador e Nós"!

Diante da música da criação em Gn 1.2 encontramos o Espírito bailando sobre a face das águas. Inebriada pela canção a água move-se no compasso do Criador. Deus escolheu a água para ser o elemento central no equilíbrio da vida de nosso planeta. A “dança da água” é um dos mais belos espetáculos do mundo. A água evoca sentimentos e emoções; calma e Paz; Purificação e força; mudança e resiliência. Ela representa muitos papeis e protagoniza as mais belas cenas dos mistérios da Criação.


O Senhor nos presenteou com um elemento abundante na superfície terrestre. Mais de 70% da superfície do planeta é coberta por água, nossos corpos são constituídos primordialmente por ela. Se ficássemos sem comer e sem beber é comprovado que morreríamos primeiro de sede e depois por desnutrição. A água no sistema planetário atua retendo energia onde há sobra e redistribuindo-a para os polos; equilibrando nosso planeta.
Os teóricos da evolução e da criação discordam em muitos aspectos, mas concordam num ponto, a vida foi criada em meio ao ambiente aquático (Gn 1.20-21). Ao longo das Eras nosso Deus usou a agua para moldar nossos ecossistemas, nossos corpos e nossa sociedade.
A disponibilidade e qualidade da água é de fundamental importância para o desenvolvimento da vida em qualquer ecossistema (Gn 2.5-6; Jó 14.7-9), mesmo as formas mais simples de vida possuem em seus processos metabólicos a água como elemento central.
Há diversas passagens bíblicas que apontam para facetas que auxiliam ao aprofundamento de nossa reflexão em relação a essa questão. A água pode ser encontrada na Bíblia como um instrumento de purificação, símbolo de refrigério, provisão e benção de Deus.
Desde os primórdios a base da ocupação humana foi estruturada ao redor e através da água. Esse é um elemento vital para a nossa compreensão de sociedade, humanidade e espiritualidade. O pecado e o afastamento de Deus impactaram também o nosso relacionamento com o meio ambiente, fazendo com que passemos de cuidadores do jardim para destruidores desobedientes, como servos infiéis (Lc 20.9-16).
A dinâmica da dança da água sofre diante de nossa infidelidade a Deus quando: lançamos dejetos industriais e domésticos nos nossos rios; retiramos as matas ciliares; criamos barragens para irrigação ou hidrelétricas; etc. No Brasil, temos observado diversas questões entorno de nossa relação com a água, como: a seca no nordeste; a crise dos reservatórios no sudeste; a usina de belo monte do Norte; ou a contaminação de aquíferos por agrotóxicos no centro-oeste.
Nesse contexto, nós como Igreja brasileira para sermos bons mordomos da criação de Deus precisamos nos posicionar em consonância com o criador. Precisamos defender a vida e por conseguinte respeitar, contemplar e louvar ao Senhor pela dança das águas! Como podemos refletir sobre a questão em nossa igreja local? Que tal propor um mês ou dia da água? Elaborar panfletos evangelísticos com questões sobre como respeitar o meio ambiente, como descartar óleo, como se prevenir contra a dengue? Que tal elaborar um dia para ministrar algumas palestras sobre o tema ou mobilizar a sua comunidade por um saneamento básico de melhor qualidade?
Em suma, a Bíblia e a ciência concordam nesse ponto: água é vida! Defender a água é defender a vida. Ela esteve presente desde a criação em gêneses e continuará até a completa redenção descrita em apocalipse. A água, mesmo depois da redenção e do juízo final, continuará a sua dança no centro da Nova Jerusalém onde existe o Rio da água da vida que nasce do Trono de Deus (Ap 22.1). Por fim, então, estaremos ali: as águas, o criador e nós, completamente restaurados adorando, dançando e vivendo a plenitude do tempo unidos em ritmo, compasso e harmonia.

Judson Augusto Oliveira Malta
Doutorando em Geografia, Professor e Assessor auxiliar da ABUB
*obs: TEXTO pedido e publicado pela IPI do Brasil em virtude do dia mundial da Água. Link abaixo:
Fonte: http://www.ipib.org/blog-dos-ministerios-e-secretarias/76-ministerio-da-missao/secretaria-de-diaconia/2102-a-danca-da-vida-as-aguas-o-criador-e-nos

2 comentários:

  1. Muito bom Guto! Com certeza a água é um dos maiores mistérios pois logo no primeiro versículo vemos AGUA: No original o termo usado para "céus" em Gn 1.1 é a palavra SHAMAIM. Esta palavra no hebraico é a junção de duas raízes: ESH + MAIM (Shamaim). ESH significa FOGO e MAIM significa AGUA. Um mistério, pois a Bíblia não mostra a CRIAÇAO da água: Ela já existia! Vale a pena ressaltar também que acima do DOMO (Firmamento) criado por Adonai para separar águas de águas, temos: ÁGUA!!! Que o Eterno nos abençoe e nos inunde com Água Viva! Shalom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém Thiago! Muita boa água pra nós! Ao Senhor... a verdadeira fonte de vida que nunca seca! :D
      Muito legal e instrutivo o comentário! :D

      Excluir

Qual a sua opinião sobre a postagem? ... Deixe seu comentário aqui para interagirmos...

Curta e compartilhe nosso conteúdo!

Blog Geografia, poesia e fé - http://judsonmalta.blogspot.com.br/
Facebook Rede Geocaçadores: Geotecnologias e Ensino - https://www.facebook.com/geocacadoresnordeste
Canal YouTube Rede Geocaçadores: Geotecnologias e Ensino - https://www.youtube.com/channel/UCs52p9Orv3q8xh1Q1FB7LqQ

#Geocaçadores: O conhecimento é a maior aventura!

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...