Geografia Poesia Fé: Abril 2016

Soneto Estelar

Libera o brilho cintilante
Ser Estelar distante
Esplendor de mil sois
a brincar entre lençóis

Brilho suave prateado
fino canto calado
Um passeio pelo universo 
em cada singelo verso

Meu menino brilhante
dorme sono saltitante
habita um mundo de amor

Meu pequeno galante
é príncipe em Reino distante

Dono de vulcão, redoma e flor

Judson Malta
(Inspirado no meu Pequeno Príncipe, Davi) 

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...