Geografia Poesia Fé: Novembro 2015

Sobre Rochas - Download 1 Temporada

Sobre Rochas - Download 1 Temporada

Fonte: GloboSat


O programa Sobre Rochas é apresentado pelo geógrafo e professor da PUC-RJ Marcelo Motta. É uma série em estilo documental que trata da geodiversidade brasileira. A primeira temporada concentra-se no Rio de Janeiro: Corcovado, Pedra da Gávea, Pico da Tijuca, Pico do Grajaú, Dois Irmãos, Serra Guaratiba, Pedra do Arpoador, Pão-de-Açucar, Morros do Centro, dentre outros.

O programa transforma a linguagem científica no que há de mais prazeroso em ouvir. O programa é muito lindo. Vale a pena assistir. 


fonte: http://www.geoconservacao.com.br/2015/06/sobre-rochas-download.html

Do Projeto à Rede #Geocaçadores: uma história sobre o amor ao ensino e às geotecnologias.


Deus é fiel! Compartilho com todos um registro sobre a história da Rede Geocaçadores do Conhecimento.

Do Projeto à Rede Geocaçadores do Conhecimento: uma história sobre o amor ao ensino e às geotecnologias. 



Conheci o Geocaching.com por volta de 2012 e me inspirei com a ideia de utilizar o GPS e me juntar a uma rede mundial de caçadores de tesouro, observei a seriedade e grandeza do esporte. Logo então, pensei em como seria bom difundi-lo e pratica-lo na região nordeste e nas aulas com os alunos. 
O desejo de ensinar e transmitir o que conhecia me fez começar a falar sobre o geocaching nas aulas, a explorar as regras do jogo e a caçar tesouros em minhas viagens pelo Brasil. Quando fui aprovado como professor substituto do Colégio de Aplicação e me acostumei ao ritmo de trabalho. Compartilhei com a Professora Mariza e com seu apoio delineei o "projeto geocaçadores do conhecimento". 
O projeto começou oficialmente sem apoio de agencia financiadora em junho de 2013 com recursos próprios e boa vontade, acredito que Deus colocou no meu coração o desejo de aplicar o meu conhecimento sobre geotecnologias e pesquisa à minha prática de ensino e isso me motivou a ir adiante. Desde então o projeto Geocaçadores começou a se delinear, num primeiro momento, focado no uso do "Geocaching" como uma ferramenta pedagógica e interdisciplinar. 
A fase que chamamos de "projeto piloto" foi realizada no Colégio de Aplicação da UFS, contou com a colaboração de professores de diversas áreas do conhecimento: Biologia (Rodolfo), História (Genivaldo), Educação Física (Mariza), Geografia (Judson), Inglês (Alessandra) e contou com a ajuda voluntária da aluna Stefany Caroline.  O projeto utilizou o geocaching.com ficando submetido às regras do jogo internacional. Essa fase piloto durou cerca de 3 messes e os tesouros estão, ainda hoje, disponíveis para os geocachers encontrarem.
Durante esse período, apresentei o trabalho em alguns congressos, e recebemos o convite da Escola de Aplicação da UFPA, na pessoa da professora Lilian Brito, para ministrar um curso de formação de professores em Belém/PA. Uma experiência muito marcante que ampliou a nossa visão e transformou-se em uma parceria na ideia de formar uma rede de projetos sobre geotecnologias de comunicação e informação e o Ensino.
Quando o contrato de professor substituto no CODAP acabou, havia entrado como professor da rede pública estadual de Sergipe e havia a vontade de continuar o projeto. Realizei adaptações e ampliamos o projeto em seu foco para ser mais inclusivo e contemplar um propósito mais abrangente: ser uma rede de projetos educacionais que trabalhem o uso das geotecnologias de informação e comunicação aplicadas ao ensino. 
Para cumprir o objetivo e oficializar mais a estrutura em rede criei dois projetos e submeti aos editais da FAPITEC / CNPq de PIBIC JR e formalizando nossa rede em parcerias com outras escolas. A partir deste momento, criamos o projeto" #VerdesDeArá: Geotecnologias e fitogeografia urbana de Aracaju" em parceria com o prof. Leandro (Geografia - IFS). A partir do piloto, criamos o projeto "GEOCAÇADORES DO CONHECIMENTO: GEOTECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO APLICADAS AO ENSINO" novamente em parceria com a Profa. Mariza (Educação Física - CODAP). Os dois projetos foram aprovados e contemplados com 5 bolsas de iniciação cientifica Junior, sendo 3 do colégio Acrísio Cruz e 2 do CODAP. 
Nos anos de 2015 e 2016, a rede Geocaçadores inclui articulações com a EA/UFPA, o IFS, o CODAP/UFS,  a SEED/Sergipe, os colégios da rede estadual Camélio Costa, Acrísio Cruz, General Siqueira, o GEOPLAN, FAPITEC, CNPq e o projeto social Fumaça zero. Apresentamos nosso trabalho na Feira estadual de Ciência, Tecnologia e Artes de Sergipe (CIENART 2015) e ganhamos o prêmio de 7°lugar dos mais de 130 projetos educacionais e fomos contemplados com mais duas bolsas de PIBIC Jr.
Nessa ocasião lançamos a nossa nova logomarca (Abaixo) e nosso canal no You Tube.

"O que me mais me motiva é acreditar que Deus colocou esse projeto no meu coração, poder acompanhar e contribuir para a formação crítica e tecnológica dos meus alunos e entender que tudo isso: cada falha e cada acerto; cada leitura e cada apresentação; cada stress e cada prêmio; fazem parte da minha maior missão. Amar e servir ao meu Deus e ao meu próximo" #queEleNosAjude



Equipe ‪#‎Geocaçadores‬ após a premiação. Obrigado a todos pelo apoio!
‪#‎Cienart2015‬ ‪#‎SNCT‬ ‪#‎CIENART‬ ‪#‎PIBICJR‬ #GEOCAÇADORES‪#‎VerdesDeArá‬ ‪#‎CODAP‬ ‪#‎ACRISIO‬ ‪#‎CNPq‬ ‪#‎GEOPLAN‬ ‪#‎FAPITEC‬
Obrigado a toda a rede de projetos. Vamos continuar a divulgar as geotecnologias no ensino.




Confira o que rolou no vídeo abaixo e curta nosso canal do you tube...
https://youtu.be/FPyow2WmjIM

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...