Geografia Poesia Fé: Agosto 2009

Dois em Um

Na balsa dos medos
Enquanto estou mudo
A borboleta dos meus olhos
Brinca com muitas flores

Debaixo do manto da noite
Dançam as mãos
E correm os pneus
Do meu coração

Ela entrou na janela dos meus olhos
E a noite se clareou
O sol brilhava na brancura
De um sorriso que até flores faz desabrochar

Os raios dos seus olhos
Bateram no prisma dos meus
E refrataram sonhos
De cores incontáveis

Aceitei o doce do seu sorriso
No corredor estreito da dor
Onde correríamos ao fatídico destino
Sermos dois, em Um.

(Autoria de Judson Malta)
Dedicado a Sany e aos companheiros da ABU S2! :D

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...