Geografia Poesia Fé: Maio 2008

Pequei


Tua misericórdia é simplesmente incompreensível
Meus passos esforçados são tortos e curtos demais
Eu sou mal perante suas leis
Mas posso hoje, agora
Dizer que sim
Sim, eu te quero
Sim, eu preciso de você
Reine sobre mim
Seus olhos me buscam na noite
E encontram um quarto cheio de desejos
Pequenos desejos
Egoístas
Quanto mais busco em meus atos
Mais entendo que
Aquilo que quero, eu não faço,
Mas sim, o que detesto, ainda faço

Longe estou de chegar,
Mas Te encontro
E vejo pela certeza das coisas que não se vêem
Que todavia já encontrei meu verdadeiro lugar
VOCÊ, o Grande EU SOU, Altíssimo Deus
Meu legado e meu refúgio,
A minha porção é o Senhor.
O meu consolo na frieza dos maus dias é o Deus de Israel.
A Sua Graça me basta.

Judson Malta 
ABP Aracaju.

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...